Posts in "Uncategorized"

ENGENHO DA CALHETA

Engenhop entrada IMG48023-20120417-1135
Entre os séculos XV e XVI a produção e comércio do açúcar  na   ilha   da   Madeira tiveram os seus tempos áureos.
O Engenho da Calheta existe desde 1901, altura em que a sua laboração dependia de um sistema movido a água. Hoje, opera através da força do vapor e da água para produzir mel e aguardente de cana que resulta da destilação da cana-de-açúcar através de um alambique.
Esta produção é sazonal, daí que o engenho só funcione um mês no ano, começando a sua laboração antes ou depois da Páscoa.   Fora dos meses de laboração, dedica-se à venda de aguardente e  mel  de  cana,  produzindo localmente as  broas e os bolos de mel que seguem uma receita original.

Poderá assim visitar a maquinaria usada na fabricação do rum e do mel de cana de açúcar e  provar o tradicional bolo de mel.

Come and visit Madeira Island

Na madeira existem imensas levadas , já alguma vez visitou esta belessima Ilha ?Entre neste blog e conheça as diversas atividades que se podem fazer na ilha bem como as Levadas ou até  mesmo disfrutar de uma estadia no meio Rural aproveitando a Paisagem e ainda o nosso fantástico Clima .

Venha Conhecer as plantas endemicas e indigenas que contemplam os nossos jardins  apreciar  ainda as belas montanhas.

Todos os caminhos nesta Ilha vão dar ao cantinho da natureza Classificada como Patrimonio da Unesco  A Laurissilva .

 

 

Imagem 156 Imagem 112

In Madeira  there are plenty Levadas, have you ever visited this beautiful Island?
Visit this blog and learn about the many activities you can do on the island as well as  Levadas or even enjoy a stay in the middle of the Rural Landscape and still enjoying our fantastic climate.

Come Meet the endemic and indigenous plants that come our gardens still enjoy the beautiful mountains.

All roads on this island will give  to a little corner of nature Classified by Unesco  as World Heritage ” Laurissilva” .

 

 

 

Matança do porco

matanca-do-porco

 

Antigamente, a matança do porco acontecia uma vez por ano e era hábito convidar a família mais chegada.

No dia antes da matança, cozia-se bacalhau e acompanhava-se com pão. Seguidamente o porco era amanhado, lavavam-se as tripas e faziam-se chouriços.

Em seguida, já à noite, fazia-se serrabulho e fritava-se carne com a banha do porco.

No dia seguinte, de manhã, levantava-se toda a família para desmanchar o porco e fazia-se a assada.

À noite fazia-se cozido e lombo de porco estufado. Por fim, a carne era distribuída e colocada em salgadores e arcas de madeira.

Actualmente, de manhã amanha-se e desmancha-se o porco e à tarde faz-se a assada. Há quem mantenha ainda a tradição de fazer serrabulho.

Funchal Jazz dia 4 a 6 de Julho de 2014

funchal-jazz-festival

 

A 1ª edição do Funchal Jazz teve lugar em 2000 e desde aí o Festival tem vindo a afirmar-se como uma das realizações centrais do panorama cultural madeirense.

Pelo palco, instalado no magnífico cenário dos Jardins Quinta Magnólia, já passaram alguns dos nomes mais importantes da cena Jazz internacional: Dianne Reeves, Arturo Sandoval, Eliane Elias, Tania Maria, Nicholas Payton, Brecker Brothers, Dee Dee Bridgewater, Dave Brubeck, Toots Thielemans, Gonzalo Rubalcaba, McCoy Tyner, Ivan Lins ou Paquito D’Rivera.

Paralelamente o Funchal Jazz reservou sempre um lugar para os músicos portugueses, sendo Paula Oliveira, Fátima Serro, Marino Freitas, Joana Machado ou Maria Viana alguns dos intérpretes nacionais que tiverem oportunidade de brilhar perante a vastíssima assistência que se habituou a ouvir bom jazz na Quinta Magnólia e Carlos Menezes, Marino de Freitas, Zeca da Silva, Max e Hélder Martins, alguns dos músicos madeirenses homenageados, ao longo das 7 edições já realizadas.

Especial importância tem sido dada à vertente pedagógica e de divulgação desta forma musical e à formação de novos públicos.

Não podemos ainda esquecer que, a cada ano, o Funchal Jazz tem reforçado o seu papel como veículo promocional da Madeira no estrangeiro, sendo cada vez maior a sua importância no roteiro internacional dos festivais de Jazz e a consequente visibilidade da Região.

The first Funchal Jazz edition took place in 2000 and since then it has grown as one of the most significant cultural events in Madeira Island.

With the beautiful Jardins Quinta Magnólia as scenery, the Festival featured some of the most acclaimed artists of the international Jazz scene: Dianne Reeves, Arturo Sandoval, Eliane Elias, Tania Maria, Nicholas Payton, Brecker Brothers, Dee Dee Bridgewater, Dave Brubeck, Toots Thielemans, Gonzalo Rubalcaba, McCoy Tyner, Ivan Lins, Paquito D’Rivera, among others.

Paying a special attention to Portuguese musicians, the Festival welcomed Paula Oliveira, Fátima Serro, Marino Freitas, Joana Machado or Maria Viana and celebrated local musicians as Carlos Menezes, Marino de Freitas, Zeca da Silva, Max and Hélder Martins.

Funchal Jazz Festival also established as main goals to divulge this musical form and to attract new audiences, especially among young people. Every year, workshops, master classes and other activities are organized in order to reinforce the pedagogic role of the event.
During the years Funchal Jazz conquered an important place in the international Jazz festivals circuits and largely contributed to enhance the visibility of Madeira as a touristic destination.

Festivais Culturais da Madeira

BrochuraDRACFace

O Projeto Festivais Culturais da Madeira (FCM), CRIADO los Setembro de 2010, Pela Secretaria Regional de Educação e Cultura, atraves da Direção Regional dos Assuntos Culturais (DRAC), Visto garantir uma Atração e Qualidade na área do Entretenimento e da Oferta cultural, com o Objetivo de promover e Divulgar Culturalmente hum Autónoma Região (RAM). Comparticipado POR Fundos Comunitários, EM 80% AO Abrigo do Programa Intervir +, o FCM Engloba Os Quatro Grandes eventos A Opaco de Todos os Anos acontecem na RAM. Pará. O ANO DE 2014 TEMOS:

  • Encontro Regional de Bandas filarmónicas da RAM – 5 de maio
  • Festival de Música da Madeira – 7 a 16 de junho
  • Raízes Festival do Atlântico – 25 a 27 de julho
  • Festival de Órgão da Madeira – 18 a 28 de outubro

Festivais Culturais da Madeira, E ASSIM, um Projeto-Marca Que, Pela SUA singularidade e capacity de conjugar o Fator com local, um universal Dimensão, satisfaz Objetivos de Internacionalização e Modernidade los Relação à Cultura da Madeira. A Aposta residem na Diversidade de temas e generosidade Musicais, Onde se procurou Tirar Partido de Memórias e Tradições não Âmbito do Património e cultural AFIRMAR a FCM Marca.

 

Festas do Espirito Santo

asjkgkjhgfkjhdkfjyiuyfiu

 

As festas em louvor do Divino Espírito Santo são vividas com forte intensidade em todas as paróquias da Madeira. As Visitas Pascais iniciam-se uma semana após o Domingo de Páscoa e prolongam-se até à Solenidade da Ascensão. Depois da bênção, os donos da casa beijam as Insígnias em sinal de respeito e devoção. Na bandeja ou “coroa” são depositadas as ofertas. Os fundos recolhidos são utilizados nas ações da Igreja, por exemplo, na ajuda aos mais carenciados.

 

The festivities in honour of the divine holy spirit are experienced with strong intensity in all the parishes of Madeira. Paschal visits begin a week after Easter Sunday and extend to the Solemnity of the Ascension. After the blessing, the owners of the House kissing the insignia as a sign of respect and devotion. In the tray or “Crown” are deposited the offerings. The funds collected are used in the actions of the Church, for example, in helping the most needy.

Páscoa

index

A páscoa começou a ser celebrada pelos primeiros cristãos, que se comemorava a ressurreição de Jesus Cristo. A sua comemoração era sempre realizada no domingo seguinte a lua cheia que marca o início da Primavera. Uma semana antes da Páscoa o povo português tem a tradição de jogar o jogo do “Balamento”, um jogo entre duas pessoas onde o amigo/a ou familiar  pronunciar em voz alta a palavra “balamento” ganha um ponto, e assim sendo quem obter mais pontos ganha o jogo, e quem perder têm de oferecer um saco de amêndoas ou um ovo de chocolate. Este jogo também demonstra alegria, convivência e união.

A maioria do povo da Madeira é cristã e festeja a Páscoa com vários pratos típicos da região nesta época religiosa, como sabemos a nossa Ilha é rica em doçaria e nesta época tão comemorativa podemos nos deliciar com os torrões de açúcar com frutas, as amêndoas e os ovinhos de chocolate entre outros. Em todas as freguesias da nossa Ilha a ementa para este dia de celebração são todas semelhantes estas são: Inhame, semilhas e peixe na Sexta-Feira Santa que é o dia em que não podemos comer carne, têm também o guisado de cabrito ou a galinha.

Trail Running

files

 

 

 

 

 

 

 

Conceito de TRAIL RUNNING

O Trail Running é um tipo de corrida na montanha que consiste essencialmente em correr trilhos técnicos, zonas montanhosas com grandes declives, subidas de pequenos riachos, com fundos rochosos e com pouca água, subida de pedras, entre outros tipos de piso com terrenos acidentados, preferencialmente inacessíveis de qualquer outra forma que não seja a pé. Esta atividade é caracterizada por possuir grandes desníveis e elevada dureza. Pode ser realizado na montanha, mas também em meio urbano (Urban Trail Running). Normalmente são provas longas e o facto de serem feitas em corrida lenta, devido à dureza, muitos atletas tem que ser portadores de uma mochila ou de bidons, para transportar consigo água e/ou suplementos alimentares, bem como outros objetos que possam ser necessários a esta prática, como o GPS, bastões, entre outros.

Este desporto está em crescimento em todo o Mundo e principalmente em Portugal, que vêm-se notando uma grande adesão a esta modalidade nos últimos anos, fruto de alguns grandes atletas nacionais que se destacaram a nível mundial gerando uma grande curiosidade nos portugueses.

TRAIL RUNNING em Portugal

Calendário de provas

Para consultar o calendário completo das provas de trail running a realizar em Portugal, visite o site da ATRP – Associação de Trail Running de Portugal.

Classificação

É atribuída a nível geral (masculino e feminino), escalões e equipas.

 

TRAIL RUNNING na Madeira

O ano 2013, foi o ano promissor para Trail Running na Madeira. As 7 provas agendadas no início desse ano foram integralmente realizadas e nas datas previstas, revelando o empenho dos clubes organizadores: Ludens Clube de Machico, Clube de Montanha do Funchal, Clube Aventura da Madeira, ADC Jardim da Serra e ACR Estreito.

Calendário das Provas 2014

  • 12 de Abril – 6ª edição – Madeira Island Ultra Trail – Clube de Montanha do Funchal
  • 18 de Maio – II Trail Funchal 2014 – Clube Aventura da Madeira
  • 22 de Junho – II Trail de Machico – Ludens Clube de Machico
  • 20 de Julho – II Trail do Porto Moniz – Clube de Montanha do Funchal
  • 07 de Setembro – III Trail Santana Madeira Biosfera – Clube Aventura da Madeira
  • 16 de Novembro – II Trail de Câmara de Lobos – Associação Cultural e Recreativa do Estreito e Associação Cultural e Desportiva do Jardim da Serra

Escalões

Masculinos:
MSub 23- 18 a 23 anos
MSeniores – 24 a 39 anos
M40 – 40 a 44 anos
M45 – 45 a 49 anos
M50 – 50 a 54 anos
M55 – 55 a 59 anos
M60 – mais de 60 anos

Femininos:
FSub 23- 18 a 23 anos
FSeniores – 24 a 39 anos
F40 – 40 a 44 anos
F45 – 45 a 49 anos
F50 – 50 a 54 anos
F55 – 55 a 59 anos
F60 – mais de 60 anos

Categorias

  • O Trail Running tem três categorias, sendo estas diferenciadas pelas distâncias das provas, assim temos:
  • Trail Curto- até 21,0975Km (até distância de meia maratona)
  • Trail Longo- de 21,0975Km até 42,195Km (de distância de meia maratona até distância de maratona)
  • Ultra Trail- Constituído por provas acima de 42,195 Km (acima de distância de maratona).

Nota: No caso de uma prova por etapas, considera-se a prova como sendo de Ultra Trail, se pelo menos uma das etapas cumprir esse requisito. Caso contrário será considerada uma prova de Trail.

Equipamento necessário

Para a prática desta modalidade é necessário o seguinte equipamento:
● Sapatilhas de Trail
● Mochila
● Manta térmica
● Apito
● Corta-vento
● Copo para líquidos
● Telemóvel
Nota: Existe lojas online que vendem exclusivamente equipamento de trail running.

Une Famille Formidable


Une Famille Formidable é uma série de comédia de grande sucesso francesa, com mais de 20 anos, e que continua a fazer furor no seu país, batendo recordes de audiência.

Para a sua 11ª temporada, que estreia brevemente no canal francês TF1, a equipa escolheu gravar algumas cenas na ilha da Madeira. Os concelhos escolhidos foram o Funchal, Santana e Ponta do Sol, por concentrarem algumas das igrejas e quintas mais emblemáticas da região, sendo uma mais-valia para o mercado francês, e um óptimo cartão de visita dos madeirenses, envolvendo assim uma equipa com cerca de 70 profissionais, e ainda 200 cidadãos, que irão fazer de figurinos na série. A produção contará com atores locais, pelo que foram recrutados elementos para as gravações, que terão início no mês de Fevereiro.
A comédia conta a história de uma família que vai acompanhando a evolução do tempo e dos acontecimentos que vão marcando a atualidade, sendo um grande sucesso no país, com audiências entre os 7 e os 12 milhões de telespetadores.

Gastronomia da Madeira

espetada
A gastronomia típica regional da Madeira é bastante variada, mas a cozinha internacional também se encontra amplamente desenvolvida.
» ENTRADAS
Bolo do Caco
Apesar das entradas não serem um ponto altos dos menus madeirenses, é servido habitualmente o tradicional bolo do caco com manteiga de alho. Esta espécie de pão encontra-se com muita facilidade em festas e feiras. Para início de refeição, os madeirenses costumam pedir lapas grelhadas servidas com alho e sumo de limão espremido.
» PRATOS TÍPICOS REGIONAIS
Sopa de Trigo
Sopa caseira madeirense muito apreciada principalmente nos meios rurais. Para a sua confecção são utilizadas diversas variedades de carnes, batatas (= semilhas), batata doce, feijão, cebola e trigo (depois de demolhado).

Bifes de Atum
É habitualmente preparado numa marinada de azeite, alho, sal e oregãos. É servido com milho cozido ou batata cozida, arroz e salada.

Filete de Espada
Os filetes de espada são preparados com sal, alho, pimenta e sumo de limão. São misturados com farinha e ovo batido e fritos em óleo. A banana é cortada no sentido do comprimento e polvilhada, em alguns casos, com açúcar.

» Bacalhau
O pratos de bacalhau são preparados de formas variadas na Madeira. Existe o bacalhau com natas, bacalhau à Braz, à Gomes Sá ou então simplesmente grelhado.

» Espetada
Carne assada em pau de louro sobre carvão quente e acompanhada por bolo do caco e o bom vinho regional. É uma especialidade muito comum nos arraiais madeirenses.

» Carne de vinho e alhos
A carne de vinho e alhos é muito apreciada na Madeira sobretudo na altura do Natal.
A carne de porco aos quadrados é preparada com antecedência (1 a 2 dias) numa marinada de vinagre, alho, pimenta e ervas aromáticas. Depois vai a fritar na própria marinada.

» Milho frito
O milho, depois de cozido, é frito aos quadrados em óleo abundante. É um óptimo acompanhante para a espetada e outros pratos típicos regionais.

» Picado
O picado de carne é fácil de preparar. A carne de vaca é cortada em pequenos quadrados e depois frita em óleo abundante. Pode ser acompanhado de batata frita, arroz ou salada.

» Lapas
As lapas são habitualmente servidas como entrada ou então como mero petisco. É adicionado sumo de limão para ficarem mais saborosas.

» Polvo
O polvo, embora não sendo um prato típico da Madeira, é muito apreciado e consumido na Ilha principalmente nos concelhos com maior actividade piscatória. É servido de várias formas, mas as mais conhecidas são o polvo escabeche e o arroz de polvo.

» Castanhetas
As castanhetas, embora pouco divulgadas na Ilha, são muito apreciadas sobretudo na zona este da Região Autónoma, particularmente na freguesia do Caniçal, concelho de Machico.

FRUTOS TROPICAIS:

-Anona
-Banana
-Mango
-Pera Abacate
-Tabaibo
-Uva
-Tomate Inglês

DOÇARIA REGIONAL:
-Rebuçados de Funcho
-Bolo de mel
-Broas de mel
-Pudim de maracujá
-Queijadas (bolos feitos à base de requeijão, ovos e açúcar)
-Rebuçados de funcho

SUMOS DE FRUTAS EXÓTICAS:
-Ponchilha
-Poncha – confeccionada com aguardente de cana, mel e limão
-Vinho Madeira
-Nikita: bebida doce e refrescante feita com cerveja (ou sumo), gelado e pedaços de ananás.
-Outros Vinhos de Castas Regionais
-Licores tradicionais